Portal da Cidade Nova Resende

REGIÃO

AMEG: Castramóvel se aproxima das 3,2 mil castrações em 2022

O projeto já passou por 13 dos 22 municípios que integram o Consórcio.

Publicado em 02/08/2022 às 16:09
Atualizado em

(Foto: Fotos públicas)

Dados do Castrômetro atualizado nesta sexta-feira (29), apontam que o projeto do castramóvel da AMEG já realizou 3.154 cirurgias em 2022. O número equivale a 30,98% da meta de esterilizações estipulada pela AMEG neste ano, que é de 10.178 cirurgias.

“O controle populacional de cães e gatos da AMEG, o Castramóvel é um projeto de extrema importância para todos os municípios da região. São dois veículos que a AMEG dispõe com veterinários além de clínicas parceiras conveniadas, à disposição dos municípios para realização das castrações”, explicou o presidente da AMEG, Filipe Carielo.

Até o momento, o projeto já passou por 13 dos 22 municípios que integram o Consórcio. Em alguns casos, devido a dificuldade de encontrar todos os animais previstos para castração, o veículo deixa a cidade e segue para o próximo município com o compromisso de retornar à cidade para concluir o número de castrações previstas para cada localidade. Nesta terça-feira (02), a unidade 01 que está na cidade de Claraval será deslocada para Doresópolis onde a partir da quarta-feira (03), terá início o mutirão de castração no município com previsão de realizar 130 procedimentos.

A unidade 02 do castramóvel - o trailer com capacidade para até duas cirurgias simultâneas - já deixou a cidade de Capitólio e será disponibilizado para o município de Passos nos próximos dias. É nesta cidade que está previsto o maior número de castrações para apenas um município, 2.084 procedimentos em um intervalo de três meses. Outra cidade com grande número de cirurgias programadas é São Sebastião do Paraíso com outras 1.469 castrações. 

O projeto teve início em 2018 com a aquisição de um van tipo furgão adquirida através de emenda parlamentar do deputado Cássio Soares. Em 2022, a AMEG adquiriu com recursos próprios um trailer com capacidade para realizar até duas cirurgias simultâneas e os recursos para custear os procedimentos e adquirir medicamentos foi destinado através do Fundo Especial do Ministério Público de Minas Gerais e de emenda parlamentar do Deputado Estadual Oswaldo Lopes (PSD).



Fonte:

Receba as notícias de Nova Resende no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário